GeralNotícias

Substituto do RG: CIN é o novo modelo de Identidade em 2024

Não é novidade para ninguém que o RG (Registro Geral) é uma das documentações mais conhecidas do país. Porém, o documento foi atualizado para a Carteira de Identidade Nacional (CIN). Nesse modo, o Governo Federal tomou uma importante decisão e decidiu criar uma nova identificação no Brasil para substituir o RG.

Inicialmente, o intuito é facilitar a vida de milhões de brasileiros e não ter a necessidade do cidadão ficar carregando diversos documentos. Assim, o CIN incluirá todas numerações necessárias para que possa se identificar ou até mesmo fazer financiamentos e empréstimos no futuro.

Além disso, o novo documento promete simplificar a vida dos cidadãos, integrando informações e adicionando conveniência na versão digital. Dito isso, a documentação ganha mais relevância, tornando-se o número único de identificação do cidadão brasileiro e a .mudança também garante mais segurança e eficácia.

Como substituir o RG pelo CIN?

Para que o cidadão possa fazer alterações e começar a utilizar a Carteira de Identidade Nacional (CIN) como documento principal e descarta o uso do RG no dia a dia, é necessário realizar a emissão da CIN e o governo está aceitando a alteração desde agosto de 2023. Entretanto, vale destacar que nem todos os estados iniciaram o processo.

Logo após decidir tirar a CIN, o cidadão terá que acessar o site oficial ou entrar em contato com o instituto de identificação do seu estado para confirmar se a emissão já está disponível. Feito isso, o interessado terá que enviar algumas documentações, no formato online, ou levar até a unidade mais próxima para emiti-la.

As documentações necessárias para emitir a CIN são a Certidão de nascimento ou casamento (original e cópia simples), CPF (original e cópia simples). comprovante de residência atualizado (original e cópia simples) e o comprovante de pagamento da taxa de emissão (valor varia de acordo com o estado).

É preciso agendar o atendimento para receber a CIN 

Logo após definir a emissão da CIN, o documento está apto na maioria dos estados. Portanto, para solicitar o agendamento da CIN é através do método online, no site do instituto de identificação. Assim, tenha os documentos em mãos e escolha a data, hora e local de atendimento mais conveniente.

Para que possa receber a CIN, basta seguir os critérios definidos pelo Governo Federal. Dessa forma, o prazo de entrega da CIN varia de acordo com o estado, mas geralmente leva de 5 a 10 dias úteis. Além disso, é possível acompanhar o status da sua solicitação no site do instituto de identificação.

Por fim, o documento é entregue em formato físico e digital, acessível no aplicativo Gov.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *