Futebol

R$ 1 bilhão para aniquilar o grupo City e Crefisa: 2 bilionários da Inglaterra podem comprar SAF do Futebol Brasileiro

R$ 1 bilhão para aniquilar o grupo City e Crefisa: 2 bilionários da Inglaterra podem comprar SAF do Futebol Brasileiro. Foto: Reprodução / Internet
R$ 1 bilhão para aniquilar o grupo City e Crefisa: 2 bilionários da Inglaterra podem comprar SAF do Futebol Brasileiro. Foto: Reprodução / Internet

O futebol brasileiro tem presenciado uma transformação significativa nos últimos anos, com a crescente adoção do modelo de Sociedade Anônima de Futebol (SAF) por clubes de destaque.

A saber, a estrutura empresarial vem atraindo a atenção de investidores internacionais, que enxergam no futebol brasileiro um enorme potencial de crescimento e valorização.

Nesse sentido, um novo capítulo se abre nessa história, com a iminente chegada de dois bilionários britânicos dispostos a adquirir uma das principais SAFs do país.

Momento atual do Vasco

O Vasco da Gama atravessa um momento delicado, com um processo judicial envolvendo o grupo americano 777 Partners, que atualmente detém o controle acionário do clube.

Essa instabilidade financeira e jurídica abre espaço para que novos investidores, como a dupla de bilionários britânicos, possam entrar em cena e assumir as rédeas do clube.

Antes mesmo da possível entrada da V Sports, outros nomes já haviam se aventurado na aquisição do Vasco da Gama. Entre eles, destaca-se a Crefisa, empresa administrada pelo marido de Leila Pereira, presidente do Palmeiras.

No entanto, devido à repercussão negativa que essa aquisição poderia gerar, Lamacchia, o responsável pela Crefisa, optou por não prosseguir com a compra.

De acordo com informações do “GloboEsporte.com”, o Vasco da Gama está avaliado em aproximadamente R$ 1 bilhão. Essa cifra expressiva reflete a importância e o prestígio do clube no cenário futebolístico brasileiro, tornando-o um alvo atraente para investidores dispostos a injetar recursos e alavancar seu desempenho.

Bilionários Britânicos no Futebol Brasileiro

Segundo informações recentes, os magnatas Nassef Sawiris e Wesley Edens, proprietários da empresa V Sports, demonstraram interesse em adquirir o Vasco da Gama, um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro.

Essa movimentação não passa despercebida, uma vez que a V Sports já é proprietária de outros clubes internacionais, como o Aston Villa, da Inglaterra, e o Vitória de Guimarães, de Portugal.

É importante destacar que a V Sports, de Sawiris e Edens, é considerada uma “rival” do Grupo City, que atualmente é proprietário do Bahia. Essa disputa entre grupos estrangeiros pelo controle de clubes brasileiros evidencia o crescente interesse do capital internacional no futebol nacional.

Além do Aston Villa e do Vitória de Guimarães, a V Sports também possui acordos de parceria com outras equipes ao redor do mundo, como o Vissel Kobe, do Japão, o ZED FC, do Egito, e o Real Unión, da Espanha. Essa diversificação de investimentos demonstra a ambição global da empresa em se consolidar como um player de destaque no cenário futebolístico internacional.

Thaymã Rocha

Especialista em Redação, escreve textos para o Benefícios do Dia com temas de Benefícios Sociais, Direitos do Trabalhador e Economia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *