Bolsa Família

PÉSSIMA NOTÍCIA: Governo Federal decide excluir brasileiros do Bolsa Família

Não é novidade para ninguém que o Bolsa Familia é um dos principais programas sociais oferecidos pelo Governo Federal. Entretanto, para poder ser beneficiado é preciso cumprir os requisitos solicitados pelo CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e ser inscrito no Cadastro Único (CadÚnico).

Portanto, para que a família seja mantida no Bolsa Família será necessário realizar a atualização cadastral no CadÚnico de dois em dois anos. Para isso, basta comparecer a uma unidade do CRAS e apresentar toda a documentação necessária. Assim, evitará qualquer problema ou conflito no programa social.

Com base na divulgação recente, os beneficiários do Bolsa Família já podem começar a projetar os próximos saques do programa social, que iniciam em 18 de julho e são encerrados em 31 de julho. Contudo, a ordem de pagamento varia com base na numeração do NIS. Ou seja, o final 1 recebe primeiro, enquanto o zero por último.

Quais as datas de pagamento de julho do Bolsa Família? 

Os beneficiários do Bolsa Família são pagos com base na numeração final do NIS. Dessa forma, o BND destaca, logo abaixo, detalhadamente os novos pagamentos de julho para quem está inscrito no Bolsa Família. Em suma, para consultar o saldo do benefício basta acessar o app Auxílio Brasil e fazer o login com o CPF.
  • NIS final 1: 18 de julho de 2024
  • NIS final 2: 19 de julho de 2024
  • NIS final 3: 22 de julho de 2024
  • NIS final 4: 23 de julho de 2024
  • NIS final 5: 24 de julho de 2024
  • NIS final 6: 25 de julho de 2024
  • NIS final 7: 26 de julho de 2024
  • NIS final 8: 29 de julho de 2024
  • NIS final 9: 30 de julho de 2024
  • NIS final 0: 31 de julho de 2024

Além disso, vale relembrar que só poderão receber os benefícios aqueles com inscrição atualizada no Cadastro Único e que seja de dois em dois anos. Assim, o PIX caíra nas datas informadas acima. Portanto, o Governo Lula divulgou a excelente notícia e os brasileiros podem se programar para o recebimento da quantia.

Governo Federal decide excluir brasileiros do programa social

Para evitar qualquer problema e não favorecer aqueles brasileiros que já não se enquadram nos requisitos do Bolsa Família, o Governo Federal, por meio da ministra do Planejamento, Simone Tebet, garantiu que haverá uma fiscalização rigorosa nos próximos dias para pagar a quantia de R$ 600 somente para quem merece.

“Estamos revendo o Cadastro Único não para fazer uma economia, mas para ver quem está no cadastro e não tem direito. Especialmente homens solteiros que estão trabalhando, que muitas vezes vão para a informalidade para poder ganhar os R$ 600. Podemos ter uma economia de até R$ 7 bilhões”, disse Simone Tebet.

Israel Lima

Natural de Bauru, interior de São Paulo, já realizei inúmeros trabalhos na área, seja local como nacionalmente, desde o ano de 2017. Formado em jornalismo pela Universidade do Sagrado Coração, em 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *