Geral

MARTELO BATIDO: Pagamento do 14° Salário do INSS em 2024, confira

Pagamento do 14° Salário do INSS. Foto: Reprodução
Pagamento do 14° Salário do INSS. Foto: Reprodução

O 14° salário do INSS tem sido um dos temas mais discutidos e desejados pelos beneficiários do programa nos últimos anos. Essa possibilidade de um abono extra, inspirada no modelo do 13° salário, gerou grande expectativa entre os aposentados e pensionistas.

No entanto, as recentes declarações do Ministro da Previdência, Carlos Lupi, trouxeram um ar de incerteza e desânimo sobre a concretização desse benefício.

A ideia de implementar o 14° salário do INSS surgiu em 2020, durante o período mais crítico da pandemia de COVID-19. A proposta visava fornecer um apoio extra aos segurados do programa, principalmente àqueles que recebem aposentadoria, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão e pensão por morte. A intenção era que esse abono adicional pudesse ajudar a amenizar os impactos econômicos enfrentados pela população naquele momento.

14° salário do INSS

Com a possibilidade do 14° salário, os beneficiários do INSS vislumbraram uma oportunidade de ter uma renda extra, algo semelhante ao que já ocorre com o 13° salário. Especialmente para aqueles que recebem apenas um salário mínimo, o valor do 14° salário poderia chegar a pouco mais de R$ 2 mil, representando um alívio significativo em suas finanças.

No entanto, as esperanças foram abaladas quando o Ministro da Previdência, Carlos Lupi, fez uma declaração desanimadora sobre o 14° salário. Ele afirmou que essa iniciativa seria “um peso muito alto” para o governo e que não seria possível “fazer tudo ao mesmo tempo”, pois o governo não teria condições de suportar tal encargo.

“O 14º é mais difícil porque é um peso muito alto. Não posso agarrar os céus com as mãos. Tenho uma realidade muito difícil. Não podemos fazer tudo ao mesmo tempo porque senão o governo não aguenta”, disse ele.

Além das declarações do Ministro, o próprio portal oficial do Senado, Senado.leg.br, emitiu um comunicado esclarecendo que a informação sobre a votação de um projeto de lei que instituiria o 14° salário para aposentados e pensionistas era falsa. Isso reforçou a percepção de que não há expectativa de que esse benefício entre em vigor nos próximos meses.

Enquanto a questão do 14° salário permanece incerta, é importante destacar o calendário de pagamentos do INSS para o mês de junho. Esse calendário estabelece as datas de pagamento para os beneficiários, tanto para aqueles que recebem até um salário mínimo quanto para os que recebem acima desse valor.

Thaymã Rocha

Especialista em Redação, escreve textos para o Benefícios do Dia com temas de Benefícios Sociais, Direitos do Trabalhador e Economia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *