Geral

FESTA: LIBERADO R$ 6.300 Para Quem É Titular Do Bolsa Família, Confira o Calendário de Pagamentos de Junho em 2024

Bolsa Família. Foto: Reprodução
Bolsa Família. Foto: Reprodução

As famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família enfrentam desafios diários, lutando para garantir a segurança alimentar e o desenvolvimento social de seus membros.

No entanto, uma notícia animadora surge no horizonte: aqueles que se qualificam para o novo valor mínimo de R$ 600, somado ao adicional de R$ 150 por criança de até 6 anos e/ou gestante, podem acumular até R$ 6.300 até o final de 2024.

Essa oportunidade única representa uma chance para as famílias melhorarem significativamente sua qualidade de vida e investirem em seu futuro.

Entendendo o Novo Valor do Bolsa Família

O Programa Bolsa Família, um dos maiores programas de transferência de renda do mundo, passou por uma importante atualização em 2022. O valor mínimo do benefício foi elevado de R$ 400 para R$ 600, uma mudança que visa proporcionar mais segurança e estabilidade financeira às famílias em situação de vulnerabilidade.

Além disso, o programa introduziu um adicional de R$ 150 por criança de até 6 anos de idade e/ou gestante na família. Esse adicional é limitado a um máximo de dois dependentes por família, o que significa que a parcela máxima pode chegar a R$ 900 por mês (R$ 600 de valor mínimo + R$ 300 de adicional).

Acumulando Até R$ 6.300 Até 2024

Com esse novo valor mínimo de R$ 600 e o adicional de R$ 150 por criança/gestante, as famílias beneficiárias do Bolsa Família têm a oportunidade de acumular até R$ 6.300 até o final de 2024. Isso significa que, se a família receber a parcela mensal de R$ 900 (R$ 600 + R$ 300 de adicional) de junho a dezembro de cada ano, ela poderá acumular esse saldo expressivo.

É importante ressaltar que esse valor acumulado pode ser utilizado livremente pelas famílias, de acordo com suas necessidades e prioridades. Seja para investir em melhorias na alimentação, saúde, educação ou outras áreas essenciais, esse dinheiro representa uma chance significativa de promover o desenvolvimento social e melhorar a qualidade de vida dessas famílias.

Mantendo o Cadastro Único Atualizado

Para ter acesso a esse benefício e poder acumular o saldo de R$ 6.300, é fundamental que as famílias mantenham seu Cadastro Único (CadÚnico) atualizado. Esse cadastro é a porta de entrada para diversos programas sociais, incluindo o Bolsa Família, e desempenha um papel crucial na elegibilidade e no recebimento do benefício.

Portanto, é essencial que as famílias beneficiárias atualizem regularmente suas informações no CadÚnico, informando mudanças em sua composição familiar, renda, endereço e outros dados relevantes. Dessa forma, elas garantirão que seu cadastro esteja sempre em dia e evitarão possíveis suspensões ou cancelamentos do benefício.

Calendário de Pagamentos do Bolsa Família em Junho de 2024

O pagamento do Bolsa Família em junho de 2024 seguirá o cronograma tradicional, com os depósitos sendo efetuados nos últimos dez dias úteis do mês, exceto em dezembro, quando o calendário é antecipado. Confira abaixo as datas específicas de acordo com o número final do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário:

Pagamentos por Final de NIS

  • Final do NIS 1: 17 de junho
  • Final do NIS 2: 18 de junho
  • Final do NIS 3: 19 de junho
  • Final do NIS 4: 20 de junho
  • Final do NIS 5: 21 de junho
  • Final do NIS 6: 24 de junho
  • Final do NIS 7: 25 de junho
  • Final do NIS 8: 26 de junho
  • Final do NIS 9: 27 de junho
  • Final do NIS 0: 28 de junho

É importante ressaltar que essa programação pode sofrer alterações excepcionais, como no caso de municípios em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecidos pelo governo federal. Nesses casos, o pagamento será realizado de forma unificada, no primeiro dia do repasse, independentemente do número final do NIS.

Valores do Benefício Bolsa Família

O Bolsa Família prevê o pagamento de, no mínimo, R$ 600 por família. Além disso, há adicionais de:

  • R$ 150 por criança de até 6 anos
  • R$ 50 por gestantes e crianças e adolescentes de 7 a 17 anos
  • R$ 50 por bebê de até seis meses

Dessa forma, uma família elegível pode receber um valor significativamente acima do piso de R$ 600, dependendo da sua composição e da idade dos seus membros.

Thaymã Rocha

Especialista em Redação, escreve textos para o Benefícios do Dia com temas de Benefícios Sociais, Direitos do Trabalhador e Economia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *