Notícias

Entenda o rendimento da poupança e acumulado em 2024

Entenda o rendimento da poupança e acumulado em 2024. Foto: reprodução
Entenda o rendimento da poupança e acumulado em 2024. Foto: reprodução

A poupança, outrora um refúgio financeiro preferido dos brasileiros, vem enfrentando mudanças significativas nos últimos anos. Embora ainda seja considerada uma opção segura e acessível, o seu rendimento tem sido alvo de debates acalorados.

A saber, a poupança é um dos investimentos mais tradicionais e conhecidos pelos brasileiros. Ela consiste em depositar dinheiro em uma conta específica, com o objetivo de obter um rendimento sobre esse valor. Diferentemente de outras aplicações financeiras, a poupança é caracterizada por sua simplicidade e segurança.

Vale ressaltar que, para começar a investir na poupança, basta dirigir-se a um banco de sua escolha e apresentar os documentos necessários, como RG, CPF e comprovante de residência. Alguns bancos podem exigir um valor mínimo de depósito inicial, mas, em geral, a abertura da conta não requer comprovação de renda ou qualquer restrição de crédito.

Uma vez que o dinheiro é depositado, a poupança começa a render juros. Esses juros são calculados com base na Taxa Selic, definida pelo Comitê de Política Monetária (Copom) a cada reunião. Atualmente, a taxa Selic está em 10,50% ao ano, o que impacta diretamente no rendimento da poupança hoje.

Rendimento da Poupança Hoje: Junho de 2024

Em junho de 2024, o rendimento da poupança está em 0,53% ao mês ou 7,33% ao ano. Essa taxa é composta por 0,5% ao mês, somada à Taxa Referencial (TR) de 0,03%.

É importante ressaltar que o rendimento da poupança está atrelado à taxa Selic. Quando a taxa Selic é superior a 8,5% ao ano, o rendimento da poupança é fixado em 0,5% ao mês, somado à TR. Já quando a taxa Selic é inferior a 8,5% ao ano, o rendimento da poupança passa a ser 70% da taxa Selic, também adicionado à TR.

Essa regra de dependência da taxa Selic visa manter o equilíbrio entre a rentabilidade da poupança e a política monetária do país. Após a última reunião do Copom, em 19 de junho de 2024, a taxa Selic foi mantida em 10,50%, interrompendo o ciclo de corte de juros.

Principais Dúvidas sobre o Rendimento da Poupança

Ao analisar o rendimento da poupança hoje, é comum que os investidores tenham algumas dúvidas recorrentes. Vamos esclarecer as principais questões:

Juros da poupança hoje: 7,33% ao ano, ou 0,53% ao mês.

Quanto rende R$ 10,00 na poupança em um mês: R$ 0,058.

Quanto rende R$ 100,00 na poupança em um mês: R$ 0,53, totalizando R$ 100,53 ao final do mês.

Quanto rende R$ 50.000 na poupança por um ano: R$ 3.665,00.

Quanto rende R$ 200.000 na poupança por um ano: R$ 14.660,00.

Quanto rende R$ 1.000.000 na poupança em um mês: R$ 5.300,00.

Essas informações fornecem uma visão clara do rendimento acumulado da poupança em 2024, permitindo que os investidores façam uma análise mais precisa de seus investimentos.

Rendimento Mensal da Poupança em 2024

Para calcular o rendimento mensal da poupança, basta aplicar a taxa de 0,53% sobre o valor depositado. Por exemplo, se você possui R$ 1.000 na poupança, ao final do primeiro mês, seu saldo será de R$ 1.005,30, considerando o rendimento de R$ 5,30.

Utilizando o cálculo de juros compostos, caso a taxa mensal seja mantida ao longo de um ano, o rendimento anual para um capital inicial de R$ 1.000,00 seria de R$ 65,48.

É importante ressaltar que, mesmo com o início do ciclo de cortes da taxa de juros, a regra da dependência da taxa Selic faz com que haja pouca mudança na aplicação nos próximos meses. Para obter um resultado mais assertivo, você pode utilizar a calculadora de rendimento da poupança disponível no site do Banco Central do Brasil.

Rendimento da Poupança nos Anos Anteriores

Nos últimos anos, o rendimento da poupança passou por algumas variações significativas. Após um período de rendimentos reais negativos, a poupança voltou a entregar alguma rentabilidade ao poupador.

Em 2023, por exemplo, o rendimento da poupança foi de 8,03% ao ano, como reflexo da manutenção da taxa Selic em patamares elevados. Já a inflação acumulada no mesmo ano foi de 4,62%, o que resultou em um rendimento real da poupança de 3,41%.

Veja a tabela abaixo com os dados históricos dos últimos anos:

AnoRentabilidade NominalInflaçãoRentabilidade Real
20238,03%4,62%3,41%
20227,89%5,79%2,10%
20212,94%10,06%-6,37%
20202,11%4,52%-2,41%
20194,26%4,31%-0,05%
20184,62%3,75%0,84%
20176,61%2,95%3,55%
20168,30%6,29%1,89%
20158,15%10,67%-2,28%
20147,16%6,41%0,71%
20136,37%5,91%1,43%
20126,47%5,84%0,60%

É importante observar que, em anos em que a rentabilidade real da poupança foi negativa, os investidores perderam poder de compra devido aos efeitos da inflação. Esse é um fator crucial a ser considerado ao optar pela poupança como investimento.

A Inflação e suas Influências sobre o Rendimento da Poupança

A inflação é um fator determinante no rendimento da poupança. Quando os preços dos bens, produtos e serviços sobem de forma frequente, o poder de compra do dinheiro diminui, afetando diretamente a rentabilidade dos investimentos de renda fixa, como a poupança.

O índice que pode nos ajudar a medir o rendimento real da poupança é o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Em dezembro de 2023, a inflação acumulada em 12 meses foi de 4,62%.

Veja a tabela abaixo com o rendimento mensal da poupança e a inflação (IPCA) nos últimos 12 meses:

DataRendimento Mensal da PoupançaInflação (IPCA)
Junho/20240,53%Não divulgado
Maio/20240,58%0,46%
Abril/20240,60%0,38%
Março/20240,60%0,16%
Fevereiro/20240,56%0,83%
Janeiro/20240,59%0,42%
Dezembro/20230,57%0,56%
Novembro/20230,58%0,28%
Outubro/20230,60%0,24%
Setembro/20230,61%0,26%
Agosto/20230,68%0,23%
Julho/20230,72%0,12%

Essa análise demonstra que o rendimento acumulado da poupança em 2024 está diretamente atrelado à inflação, sendo necessário acompanhar de perto a evolução desses indicadores para avaliar a real rentabilidade desse investimento.

Vantagens de Investir na Poupança

Apesar das recentes mudanças no cenário da poupança, essa aplicação ainda oferece diversas vantagens aos investidores:

  1. Não exige saldo mínimo: Você pode começar a investir na poupança com qualquer valor.
  2. Isenção de IOF: Os rendimentos da poupança não são tributados pelo Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).
  3. Isenção de Imposto de Renda: Não há cobrança de Imposto de Renda sobre os rendimentos (lucro) acima de R$ 40 mil.
  4. Simplicidade: A poupança é um investimento simples, que não exige conhecimento prévio.
  5. Integração com conta corrente: É possível integrar a poupança à sua conta corrente, facilitando as aplicações.
  6. Cobertura do FGC: Os depósitos na poupança são cobertos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).
  7. Resgate a qualquer momento: O dinheiro investido na poupança pode ser resgatado a qualquer momento, sem penalidades.

Essas vantagens tornam a poupança uma opção atraente, especialmente para investidores com perfil mais conservador ou que buscam segurança e liquidez em seus investimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *