Notícias

Como saber se seu CPF está sujo e veja o PERDÃO de dívidas liberado pelo SERASA

Como saber se seu CPF está sujo e veja o PERDÃO de dívidas liberado pelo SERASA. Foto: Reprodução
Como saber se seu CPF está sujo e veja o PERDÃO de dívidas liberado pelo SERASA. Foto: Reprodução

Enfrentar a dívida é uma realidade desafiadora para muitos brasileiros, trazendo consigo o peso da cobrança e a angústia da incapacidade de quitar os débitos. No entanto, uma luz de esperança surge para aqueles que se enquadram nos novos critérios estabelecidos pela Serasa, a provedora de informações de crédito.

A Serasa representa os credores, ou seja, as empresas que concedem crédito ou vendem produtos a prazo. Quando os consumidores não efetuam o pagamento devido, essas empresas recorrem à Serasa, que passa a realizar a cobrança da dívida e incluir o CPF do devedor em seu banco de dados de maus pagadores.

Quando a Dívida é Perdoada?

Embora a lei brasileira não garanta o perdão da dívida em si, ela estabelece que a cobrança da mesma deve ser interrompida após um determinado período. Isso significa que o consumidor continua tendo a dívida com a empresa, mas não pode mais ser penalizado judicialmente por ela.

Requisitos para o Fim da Cobrança

Para que a dívida deixe de ser cobrada e deixe de constar nos registros da Serasa, é necessário que:

  1. A data do débito ultrapasse cinco anos.
  2. O consumidor tenha ficado devendo por mais de cinco anos.

Dessa forma, a dívida perde o poder de “sujar” o CPF do cidadão, livrando-o das constantes ligações e cobranças da Serasa.

Consultando as Dívidas no Serasa

Para verificar quais são as pendências em seu nome junto à Serasa, o consumidor pode utilizar diversos canais:

  • Site da Serasa
  • Aplicativo da Serasa
  • WhatsApp da Serasa – (11) 9 9575-2096

Nessa mesma consulta, o consumidor pode solicitar a negociação da dívida, podendo obter descontos de até 80% no pagamento à vista ou parcelamento em boleto.

  • Oportunidades de Renegociação

Além do fim da cobrança após o período de cinco anos, a Serasa também oferece alternativas de renegociação para os consumidores inadimplentes. Essas opções incluem:

  • Desconto à Vista

Ao quitar a dívida à vista, o consumidor pode obter descontos de até 80% do valor total.

  • Parcelamento em Boleto

Para aqueles que não têm condições de pagar o débito de uma só vez, a Serasa oferece a possibilidade de parcelamento em boleto.

Como descobrir se seu CPF está sendo usado de forma ilegal

O roubo de identidade é um crime crescente no Brasil e no mundo, no qual criminosos obtêm acesso a informações pessoais, como o CPF, para cometer fraudes financeiras e outras atividades ilegais. Essas ações podem causar sérios danos, como a criação de dívidas em seu nome, a abertura de contas bancárias fraudulentas e até mesmo a filiação a partidos políticos sem o seu consentimento.

As consequências do roubo de identidade podem ser devastadoras, pois podem afetar sua vida financeira, seu histórico de crédito e até mesmo sua reputação. É essencial estar atento a possíveis sinais de uso indevido do seu CPF e agir rapidamente para minimizar os danos.

Monitorando o Uso do Seu CPF

Felizmente, existem diversas ferramentas e serviços disponíveis que permitem acompanhar a utilização do seu CPF e detectar possíveis fraudes. Vamos explorar algumas dessas opções:

Consulta no Denatran

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) oferece a possibilidade de consultar a situação do seu CPF em relação a infrações de trânsito. Ao realizar essa verificação, você pode obter a informação “documento sem restrição”, o que indica que não há pendências relacionadas ao seu CPF nesse âmbito.

Serasa Experian

A Serasa Experian, uma das principais empresas de análise de crédito no Brasil, disponibiliza o aplicativo Serasa Consumidor. Através desse serviço, você pode acompanhar gratuitamente se houve alguma consulta ao seu CPF nos últimos 90 dias. Além disso, é possível solicitar um histórico completo de consultas por meio do Serasa Score, um serviço pago, para identificar possíveis fraudes envolvendo operações de crédito.

A Serasa Experian também oferece o serviço Serasa Premium, que envia alertas imediatos quando uma consulta é realizada no seu CPF monitorado.

SPC Brasil

O SPC Brasil, outro importante player no mercado de análise de crédito, possui uma ferramenta semelhante chamada SPC Avisa. Esse serviço envia notificações por e-mail ou SMS sobre qualquer alteração feita no seu CPF, como consultas realizadas por empresas ao seu documento e mudanças na sua nota de score.

Para acessar essas informações, você pode utilizar o aplicativo SPC Consumidor, disponível gratuitamente nas lojas de aplicativos.

Prevenindo Fraudes em Redes Sociais

O uso indevido do seu CPF não se restringe apenas a transações financeiras. Criminosos também podem criar perfis falsos em redes sociais, fazer comentários inapropriados ou até mesmo se filiar a partidos políticos sem o seu consentimento.

Para detectar possíveis usos irregulares, é recomendável realizar buscas no Google utilizando o seu nome e o seu CPF. Dessa forma, você pode identificar se há alguma atividade suspeita associada ao seu documento de identificação.

Tomando Ações Preventivas

Caso detecte algum uso indevido do seu CPF, é crucial agir rapidamente para minimizar os danos. O primeiro passo é entrar em contato com a empresa ou instituição responsável pela fraude e solicitar orientações sobre as medidas a serem tomadas.

Dependendo da situação, você pode precisar registrar um boletim de ocorrência, notificar os órgãos competentes, como a Polícia Federal, e até mesmo acionar a Justiça para resolver o problema. É importante seguir as orientações fornecidas pelas instituições e manter-se atualizado sobre o andamento do caso.

Fortalecendo a Segurança do Seu CPF

Além de monitorar constantemente o uso do seu CPF, é essencial adotar medidas adicionais de segurança para proteger seus dados pessoais. Algumas dicas importantes incluem:

  • Manter seus documentos pessoais, como CPF e carteira de identidade, em local seguro e de difícil acesso a terceiros.
  • Evitar compartilhar informações sensíveis, como o número do seu CPF, em ambientes públicos ou com pessoas desconhecidas.
  • Utilizar senhas fortes e exclusivas para suas contas online, evitando o uso de informações pessoais facilmente identificáveis.
  • Ficar atento a possíveis tentativas de phishing ou engenharia social, nas quais criminosos tentam obter seus dados pessoais de forma fraudulenta.
  • Manter seus dispositivos eletrônicos, como computadores e smartphones, atualizados com os últimos patches de segurança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *